NOTÍCIAS Notícias de Minas

Agência Minas Gerais | Saúde em Rede: seminário trouxe experiências que impactam positivamente a prestação dos serviços nos municípios  

O segundo dia do I Seminário de Boas Práticas do Projeto Saúde em Rede, realizado na última quinta e sexta-feira (27 e 28/6), contou com a apresentação de mais experiências exitosas de integração entre a atenção primária e atenção especializada à saúde desenvolvidas pelos municípios participantes.

“Com esse evento, tivemos a oportunidade de conhecer diversas boas práticas desenvolvidas pelos municípios e esperamos que isso seja um incentivo para que outras cidades possam conquistar essas melhorias que impactam positiva e diretamente no atendimento à população”, pontuou o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), Fábio Baccheretti.

O Saúde em Rede objetiva incentivar a construção de estratégias para organização das redes de atenção e cuidado integral dos pacientes. Ao longo de dois dias de seminário, que marcou o encerramento das atividades de implantação do projeto, representantes de 851 municípios compartilharam as experiências e evidências sobre processos de trabalhos desenvolvidos ao longo do projeto, além das estratégias para a manutenção das boas práticas.

Saiba mais sobre o primeiro dia do Seminário de Boas Práticas do Projeto Saúde em Rede.

Destaques

Para a classificação dos trabalhos e premiação simbólica, foi feita votação popular por meio de um formulário dividido entre as categorias “relato de experiência” e “exposição cultural” e também a avaliação de especialistas e outros avaliadores externos.

No segundo dia de encontro, o primeiro lugar na categoria Relato de experiência foi para o projeto da boneca Sandrinha, desenvolvido pela enfermeira Jéssica Martins, de Pouso Alegre. A iniciativa tem o objetivo de incentivar o autocuidado e a autonomia das crianças e adolescentes diabéticos.

“A boneca Sandrinha é uma ferramenta valiosa que contribui para humanizar o atendimento e facilitar a compreensão das crianças sobre o cuidado com a diabetes. Por meio dessa abordagem lúdica, buscamos não só orientar as crianças sobre o uso de insulina, mas também fortalecer a parceria entre a equipe de saúde e os pacientes mais jovens”, explica a enfermeira.

Já o primeiro colocado na categoria Exposição cultural foi o município de Leandro Ferreira, com o vídeo paródia “Reconstrução da Rede, uma Conquista da Terceira Onda”.

A enfermeira Elisa Santos explica que a paródia resume o que é o projeto e o vídeo apresenta imagens que ilustram o que aconteceu durante toda a sua implantação.

“Ganhar esse prêmio representa o reconhecimento do trabalho que desenvolvemos na Atenção Primária do nosso município”, comemorou.