NOTÍCIAS Notícias de Minas

Agência Minas Gerais | Maternidade Odete Valadares realiza primeira cirurgia de retirada de útero por videolaparoscopia

A Maternidade Odete Valadares (MOV), da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) realizou, em 26/6, a primeira cirurgia de histerectomia (retirada do útero) totalmente por videolaparoscopia – procedimento minimamente invasivo que dispensa a abertura do abdômen para a remoção do órgão.

A técnica é mais segura, pois oferece menor índice de infecção, sangramento e outras complicações, além de uma recuperação mais rápida para a paciente.

A histerectomia é indicada, geralmente, em casos de problemas como sangramento anormal, miomas e doenças benignas ou malignas do útero.

A cirurgia por videolaparoscopia é realizada por meio de pequenas incisões no abdômen da paciente. Dessa forma, é possível inserir uma microcâmera com fonte de luz e o instrumental cirúrgico. O procedimento é acompanhado por um equipamento que permite que a equipe médica realize as intervenções necessárias.

“Por vídeo, é realizado o isolamento do útero, que sai pela vagina, uma via natural. Por isso, a recuperação da paciente é muito mais confortável do que em uma cirurgia de abdômen aberto, com corte parecido com cesárea. O tempo de internação, sangramento, índice de infecção e possíveis complicações são menores”, explica a ginecologista da MOV, Gisela Iside. Além dela, participaram do procedimento os médicos Sérgio Delfino, Paula Faria, Carla Amorim e Getúlio Bonfá.

A paciente recebeu alta no mesmo dia. Além dos ganhos indiscutíveis para as mulheres que precisam da histerectomia, pois se recuperam mais rapidamente tanto no hospital quanto em casa, a videolaparoscopia traz ainda o impacto positivo no tempo médio de permanência hospitalar, que é reduzido, gerando maior rotatividade de leito e permitindo que mais pacientes acessem o serviço.

“Existem algumas especificações para a realização desse tipo de cirurgia. Não pode ser realizada, por exemplo, em mulheres com úteros muito aumentados. É necessária uma avaliação criteriosa para a seleção de casos. Temos mais duas histerectomias por vídeo já programadas. A previsão inicial é de que sejam realizadas mensalmente aqui na MOV”, afirma Gisela.

Sobre a maternidade

A Maternidade Odete Valadares (MOV) está localizada no bairro Prado, em Belo Horizonte, e foi inaugurada em 1955. Todos os atendimentos e exames são realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Atualmente, a unidade presta assistência integral à saúde da mulher e ao neonato e é referência em gestação de alto risco, além de atuar como hospital de ensino e possibilitar a capacitação e o aprimoramento dos profissionais da área.